Saltar para o conteúdo

NX: Nintendo all-in

Ainda sem palavra oficial por parte da Nintendo face às revelações “não oficiais” da nova consola, a NX, o interesse parece ter esmorecido. Pelos sites, secções de comentários, redes sociais e fóruns, fez-se sentir um optimismo que a mim se mostrou surpreendente. Surpreende-me porque eu sinto que este é o vai ou racha para a Nintendo, aquele all-in inevitável contra dois jogadores que detêm a maior fatia das fichas e a quem não vai custar muito pagar para ver. Neste momento, parece-me, há dois resultados em vista: vencer em grande ou perder forte e feio. Passo a explicar por tópicos os pontos que me vão inquietar até ver as cartas na mesa.

Para sempre (orgulhosamente) só

Antes, todas as editoras queriam ser amigas da Nintendo. Depois veio a PlayStation, depois a Xbox e por fim a Wii… e a Wii U. De certeza que houve aquela conversa do “não és tu, sou eu”, sendo que a verdade é que a indústria dos videojogos nunca mais foi a mesma desde que saiu do Japão. Hoje quer coisas mais maduras, mais violentas, como quem fez Erasmus em casa de uns suecos e alemães. Nunca ninguém volta igual de Erasmus.

A família Nintendo é a família Flanders dos Simpsons: irremediavelmente optimista e agradável para com todos, mas sempre a tirar a palhinha mais curta do molho.
A família Nintendo é a família Flanders dos Simpsons: irremediavelmente optimista e agradável para com todos, mas sempre a tirar a palhinha mais curta do molho.

Com isto reafirmo o que temos vindo a dizer várias vezes no Glitch Podcast: a Nintendo é aquele lugar seguro e confortável que nos garante fantasias inocentes; só que durante o resto do ano queremos GTA, The Witcher e DOOM, i.e., sexo, drogas e rock’n’roll (há outra expressão mais portuguesa, com vinho verde e gente que foge ao fisco, mas deixemo-la para outros fóruns). Mario, Zelda, Donkey Kong e todo o panteão da Nintendo continuam a ser relevantes, mas o seu lugar é e sempre será, enquanto a Nintendo produzir consolas, no seu canto especial, esterilizado e seguro. Este ponto é importante porque neste momento a Nintendo só pode contar consigo mesma. O que levanta a questão…

O que acontece à Wii U e à 3DS?

Com a NX a confirmar-se uma consola caseira e portátil, o que acontece às consolas existentes da Nintendo? Tratemos primeiro do elefante com gangrena na sala, a Wii U. É compreensível que a NX substitua este aparelho que ganha pó em casa dos fãs incansáveis da Nintendo e nas prateleiras das Fnacs e ToysRus por este mundo fora. Aliás, todos partimos do princípio que a NX existe porque a Wii U falhou. Mas o que é que a 3DS fez? A culpa é da Wii U, porque é que a 3DS e a sua irmã com necessidades especiais que é a 2DS têm de acartar com um castigo que não é o delas?

O plano da Nintendo é tornar a 3DS em arcadas e partilhar o sucesso que estas gozam actualmente. Já conseguimos imaginar as filas em salões de jogos insalubres para gastar fortunas a jogar Animal Crossing.
O plano da Nintendo é tornar as 3DS em arcadas e partilhar o sucesso de que estas gozam actualmente. Imaginem as filas em salões de jogos insalubres para jogar Animal Crossing.

Os mais optimistas dirão que a NX não vem para substituir a 3DS, que podem coexistir sem pisar os calos uma da outra, e os que estão  em negação dirão que a 3DS precisa de ser reformada. Sim, a portátil responsável pelo surto de estrabismo em crianças dos 5 aos 11 conta cinco primaveras, mas se não incluirmos o mobile, tem o mercado todo para si (não, Vita, não vou contar contigo) e continua a vender. Por sua vez, se a NX é poderosa o suficiente para correr The Legend of Zelda: Breath of the Wild, não poderá chegar ao mercado por tuta e meia, que é como quem diz abaixo dos €250 com muita boa-vontade (a Wii U permanece nos €300). A vingar, poderá tornar a 3DS obsoleta e a fracassar… bom, será um fracasso caro.

Bluff ou Royal Straight Flush?

A Nintendo está numa situação delicada, ninguém o nega. Pessoalmente, vejo o risco que uma consola híbrida pode representar para a 3DS como maior do que o possível benefício. Neste momento, a Nintendo não pode contar com third parties, antes terá de chegar em grande número às casas (ou mãos) dos jogadores, e isso quer dizer que tem de investir na produção de títulos próprios. The Legend of Zelda: Breath of the Wild não chega, é preciso Mario, Donkey Kong, Kirby, Metroid, os trunfos todos e com lançamentos menos esporádicos, até porque a NX não é a única nova consola a caminho.

A Nintendo tem a sua coisa tão à parte que até joga com um baralho próprio. É por isso que a reacção às suas jogadas acaba sempre por cair nos extremos épicos: epic fail e epic win.
A Nintendo está tão à parte que até joga com um baralho próprio. É por isso que a reacção às suas jogadas acaba sempre por ser “epic fail” ou “epic win”. Intermédios é para meninos. BANZAI!

Por outras palavras, a Nintendo tem de se certificar de que a NX é um sucesso sem ficar à espera da boa-vontade dos jogadores e da sorte. Com o all-in feito e a Sony e a Microsoft em jogo, espero que a Nintendo esteja ciente de que poker não é tanto o peixinho, mas mais a bisca como quando os reformados apostam a pensão no Jardim da Parada.

E é agora que me apercebo que poderei ter abusado das referências de poker, de modo que deixo aqui as instruções para quem ficou  a leste. Sejam responsáveis, apostem com moderação.

Duarte Pedreño Ver todos

Adepto de indies, fã antigo da série Total War, e tenho uma relação especial com os jogos de Fumito Ueda. Não sou muito esquisito, gosto de desporto, acção, aventura, RPG... Só dispenso terror e jogos de corrida, a não ser que seja o Crash Team Racing.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: