Smoke and Sacrifice | GLITCH REVIEW

Um híbrido entre jogo de sobrevivência e um metroidvania que peca pela sua repetição e combate desinteressante. Continue a ler Smoke and Sacrifice | GLITCH REVIEW

Anúncios

Ark: Survival Evolved | Glitch Review

Se em 2016 decidi proclamar-me como “anti-jogos de sobrevivência”, sou obrigado a admitir este ano que me tornei num verdadeiro apologista do género. Ainda estou longe de apoiar lançamentos em early access ou de me aventurar pelos antros de um género completamente enraizado no computador, mas cheguei a um ponto na minha vida em que “se saiu nas consolas, eu joguei”. Continue a ler “Ark: Survival Evolved | Glitch Review”

The Long Dark | Glitch Review

O género de sobrevivência corre o risco de se tornar banal e em mais uma moda se não sofrer uma transformação suficientemente consistentes. É isto que tenho sentido ao longo dos primeiros meses do ano e após analisar jogos que tentam capturar alguma da magia do género e dar-lhe alguma variedade. Mas falharam, pelo menos na minha perspetiva. Continue a ler “The Long Dark | Glitch Review”

Yonder: The Cloud Catcher Chronicles | Glitch Review

Vivemos num mundo pós-Breath of the Wild, onde a linha entre a aventura tradicional e em mundo-aberto está cada vez mais difusa. O exclusivo da Nintendo deu um passo importante para aperfeiçoar uma estrutura que, à primeira vista, parecia estar cansada e sem qualquer vida. O que podemos então encontrar neste mundo, onde os pontos do mapa ainda ditam as produções AAA? Simplicidade. Continue a ler “Yonder: The Cloud Catcher Chronicles | Glitch Review”

Portal Knights | Glitch Review

Matar monstros, encontrar recursos, reconstruir o mundo e criar novos equipamentos para a nossa personagem – esta é a estrutura de Portal Knights. Se calhar pensavam que estava a falar de Minecraft, um erro compreensível, especialmente quando os dois jogos estão tão próximos um do outro. As inspirações podem ser claras, mas Portal Knights não quis ser apenas mais uma cópia do gigante da Microsoft e dá-nos uma experiência que pode ser aproveitada por toda a família. Continue a ler “Portal Knights | Glitch Review”

How to Survive 2 | Glitch Review

Louvados sejam os deuses, vivemos verdadeiros tempos de renascimento! A indústria nunca jorrou tanta criatividade como agora, era do quase-fotorealismo, dos tempos do online e do ressurgimento dos estúdios indies e da nostalgia. E louvados sejam todos os produtores que me continuam a enviar videojogos com elementos de sobrevivência como se fossem o único género disponível em tempos de tão profunda abundância. Continue a ler “How to Survive 2 | Glitch Review”

Glitch Review | Subterrain

É fácil perceber que a indústria dos videojogos funciona, como qualquer outro sector do entretenimento, por ciclos. Há quem lhes chame “modas”, outros vão mais longe e concluem que se trata da evolução natural do meio – estes últimos claros filósofos da fila do pão no Lidl. Mas uma coisa é certa: se algo funciona e se torna popular, transforma-se na norma. E neste ponto, encontramos os jogos de sobrevivência. Continue a ler “Glitch Review | Subterrain”