Gamer com filho(s) | 2. Backlog

Há dois tipos de jogadores com backlog: o que gosta de tudo e o que não tem tempo para nada. Ora, um pai tem pouco tempo. Continue a ler Gamer com filho(s) | 2. Backlog

Anúncios

5 jogos a evitar no Halloween

Não existe nada mais fácil que chegar ao Halloween e criar uma lista com os videojogos mais assustadores que já jogámos. É tão fácil que é de caras, está no papo até antes de começarmos a escrever. Por essa mesma razão, e porque não gosto que o Glitch Effect tenha mais visualizações, decide quebrar a tradição e falar não nos melhores, mas sim nos piores jogos de terror que já joguei. É esta a minha vida. Continue a ler “5 jogos a evitar no Halloween”

The Last of Us #irl

A imaginação tem por base a realidade. Mesmo o mundo mais fantasioso vai buscar inspiração ao mesmo material. Por vezes, contudo, a realidade prova-se capaz de acompanhar a ficção e deparamo-nos com cenas de videojogos no mundo real. Videojogo: The Last of Us #irl: Hotel Monte Palace – Sete Cidades, São Miguel (Açores) O Hotel Monte Palace (mais propriamente, as ruínas do mesmo) está construído na … Continue a ler The Last of Us #irl

PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 6. Controlo Parental

Enquanto a pesquisa, análise de informação e classificação etária são ferramentas anteriores à compra efetiva de um jogo, as decisões de aplicação de filtros de controlo parental assumem-se como medidas que acompanham todo o processo de utilização do produto – seja o jogo, seja a consola ou dispositivo móvel.

Continue a ler “PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 6. Controlo Parental”

PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 5. Vício

Tal como a influência de jogos violentos, o vício é um perigo iminente aos olhos dos pais e algo como um gambozino para os jogadores. A razão, como tem por costume nestas coisas, estará algures entre os dois pontos de vista. Uma criança ou adolescente que por iniciativa própria invista o tempo livre a jogar PC ou consola não é obrigatoriamente viciado – todos nós, gamers, gostamos de dedicar o ocasional dia por inteiro ao passatempo – mas o vício é real. Basta olhar para a Coreia do Sul. Continue a ler “PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 5. Vício”