Bloodstained: Ritual of the Night | GLITCH REVIEW

É um regresso há muito esperado e a prova de que Igarashi continua a dominar um género que popularizou. Continue a ler Bloodstained: Ritual of the Night | GLITCH REVIEW

HYPERGUN | GLITCH REVIEW

Desde que a malta se apercebeu que morrer nos jogos era fixe, que podia ser uma mecânica e que até acrescentava algo à experiência daqueles que procuravam bons desafios, que a indústria abraçou a ideia do “git gud” de uma forma, diria eu, descontrolada. Tudo é Souls-like. Tudo gira à volta da repetição. Mas vamos ser honestos, tudo tem um lugar e nem sempre resulta. Logo, por consequência, nem sempre há necessidade de ir por este caminho. Hypergun, apesar de ser um FPS, insere-se um pouco neste género e no meio de muitas outras tendências espetadas aqui ao pontapé, a de lutar-morrer-repetir é a mais criminosa.

Continue a ler “HYPERGUN | GLITCH REVIEW”

Tanks Meet Zombies | Glitch Review

Há algum tempo, chegou até nós um pequeno jogo independente que vem mesmo a calhar para esta data romântica. Da Titan Forged Games, apresentamos Tanks Meet Zombies. É um pequeno jogo de tiros num formato old-school bastante interessante. Não bem pelo jogo em sim, mas pelo modo hilariante como a equipa está a promovê-lo, e pelo facto das ideias mais idiotas e descabidas serem as … Continue a ler Tanks Meet Zombies | Glitch Review