The Banner Saga 3 | Glitch Review

Para quem, como eu, começou esta viagem há quatro anos, The Banner Saga 3 tem uma tarefa difícil pela frente: é a conclusão da trilogia, e a série exige não menos do que um final épico. O que começou como uma colecta de impostos, tornou-se numa guerra e descambou para um êxodo global. A cada escolha e com cada batalha, a produtora indie desmascarou o heroísmo das epopeias fantásticas e revelou a tragédia e o desespero que encontraríamos num cenário real equivalente. Agora, o terceiro capítulo confronta-nos com o fim do mundo. Continuar a ler “The Banner Saga 3 | Glitch Review”

O Adeus ao Colecionismo

Nunca pensei escrever este texto e devo admitir que me arrepia um pouco, não fosse este um cenário impensável em quase 10 anos de colecionismo, mas depois de tantas compras, de tanto dinheiro gasto e de tantas consolas e jogos adquiridos, que se espalham por caixas e prateleiras, hoje digo oficialmente adeus à minha curta carreira de colecionador. Foram bons tempos, mas acabou-se. Continuar a ler “O Adeus ao Colecionismo”

Mothergunship | Glitch Review

Com a crescente popularidade do género Battle Royale e a falta de originalidade por parte dos gigantes da ação na primeira pessoa, é refrescante encontrar um jogo como Mothergunship, onde o humor, a rapidez e a destruição desenfreada são a palavra de ordem. Aqui, só existe uma missão: eliminar tudo e ter estilo enquanto o fazemos. Continuar a ler “Mothergunship | Glitch Review”

Crash Bandicoot: N. Sane Trilogy | Glitch Review

Depois de um ano de exclusividade, Crash Bandicoot expande os seus horizontes para PC, Xbox One e Nintendo Switch, naquela que promete a versão definitiva da trilogia lançada em 2017. Apesar de não termos qualquer contacto com a versão PC e Xbox One, pudemos ver como foi a estreia do marsupial na Switch e infelizmente, não ficamos inteiramente convencidos. Continuar a ler “Crash Bandicoot: N. Sane Trilogy | Glitch Review”