Monkey King: Hero is Back | GLITCH REVIEW

Inspirado no filme homónimo, que foi, durante o seu lançamento, o filme de animação mais rentável na China, Monkey King: Hero Is Back é um novo jogo de ação e aventura que reconta, uma vez mais, as aventuras do famoso Rei Macaco. Nesta nova adaptação, que chega agora ao PC e PS4, a famosa jornada faz-se com um orçamento muito reduzido, onde as falhas são visíveis e impossíveis de contornar.

No seu cerne, Monkey King é, para um jogo independente e produzido na China, ambicioso. A adaptação, que reconta os acontecimento do filme, tenta construir uma aventura divertida e desafiante, munindo-se de uma estrutura muito clássica e sinónima do género de ação. A campanha está dividida por zonas, cada uma com vários obstáculos e inimigos pelo caminho, todas elas com um boss no final, e conta também com um sistema de evolução que nos permite melhorar os atributos e habilidades especiais do nosso Rei Macaco.

Como o jogo de ação, é quase uma versão destilada de títulos como Knack, onde o sistema de combate é simples, mas muito intuitivo e pensado para os mais novos. O Rei Macaco conta com dois ataques, um mais rápido e outro mais forte, que podem ser combinados em golpes mais poderosos. As habilidades auxiliam tanto dentro como fora de combates, permitindo, por exemplo, ver objetos escondidos e os pontos fracos dos inimigos, ao mesmo tempo que tentam dar alguma profundidade ao sistema de combate. O jogo mune-se ainda de pequenas sequências de QTE, que são ativadas como contra-ataque, dependendo do timing correto.

As animações são cómicas, mas são também robóticas e pouco naturais, com as vozes acentuarem esta falta de cuidado.

Monkey King é simples, direto, muito linear, ainda que aposte em níveis com vários caminhos, e apresenta um sistema de combate fácil de compreender pelos mais novos, mas é, ao mesmo tempo, um jogo frustrante, na medida em que não se distingue em nada do que faz. Os gráficos, apesar de coloridos, são muito limitados e desinteressantes, com a direção de arte a ser mais desconcertante do que apelativa. A performance não é o ponto mais fraco do jogo, comportando-se de forma sólida, mas é no combate e no movimento da personagem que surgem as grandes falhas deste título produzido na China. Como um jogo de ação, Monkey King é um aborrecimento.

Mesmo com um maior foco na aventura e na exploração, o jogo falha ao dar-nos um sistema de combate muito lento e pouco variado, mesmo quando equacionamos as novas habilidades e armas. Os movimentos são lentos, com muitas pausas entre combinações, e nunca nos sentimos verdadeiramente em controlo ou envolvidos nos combates. Os inimigos são previsíveis e com a presença dos QTE, alguns deles são fáceis de eliminar, bastando um contra-ataque para os derrotar. Em pouco tempo, Monkey King torna-se num jogo monótono, aborrecido e até cansativo que nunca consegue equilibrar as suas mecânicas de uma forma coesa. Até com a presença de mecânicas furtivas, que nos permitem atacar de surpresa os inimigos, o jogo parece não ter qualquer variedade na sua campanha.

O jogo é acompanhado por um sistema de crafting que nos permite construir novos itens a partir dos recursos que encontramos nos níveis.

Para os fãs do filme, esta adaptação poderá ser uma nova oportunidade de explorar o universo de Journey to the West, com o jogo a apresentar novos trechos de história para aqueles que quiserem mais desta versão cinematográfica. Para além desta ligação ao filme, Monkey King é apenas um jogo de ação mediano que nunca se destaca. É um jogo para os mais novos, e não existem dúvidas de que é, mas podia ter ambicionado mais. Como está, é apenas mais um jogo no meio de tantos outros e com um final de ano tão apetrechado, está destinado ao esquecimento.

A escala utilizada é de 1 a 10

O código para análise (PS4) foi cedido pela THQ Nordic.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.