ESPECIAIS

À espera de Red Dead Redemption 2

Dois anos volvidos desde o primeiro trailer de Red Dead Redemption 2 e a poucos dias do lançamento, a espera parece infindável. Tal como na peça de Becket, À espera de Godot, questiono o absurdo e o sentido da vida enquanto espero.

Hostis
Hostiles, Scott Cooper // 2017

Do ano da Maria Carqueja para a actualidade, Hostiles é a prova do quanto o género mudou desde a era dourada dos anos 40 e 60. Christian Bale assume o papel do Capitão Joseph Blocker, veterano das Guerras Indígenas, encarregado de transportar o Chefe Falcão Amarelo para a reserva Cheyenne. O racismo histórico está no centro do enredo, mas não em jeito de propaganda, e opõe a responsabilidade individual ao preconceito de grupo.

Hostiles não foge do legado da guerra. Diversas personagens lidam com diferentes traumas sem haver um tom moralista. São mais as questões que Scott Cooper levanta, inspirado num manuscrito de Donal E. Stewart, do que as respostas que oferece. Perante a perspectiva moderna do que aconteceu aos nativos americanos, parece-me a abordagem correcta a uma herança controvérsia e um tema complexo. Tendo jogado Red Dead Redemption em 2010 e conhecido Dutch, não espero menos da narrativa de Red Dead Redemption 2, também conhecido como “aquele jogo que o Canelo só vai jogar sabe Deus quando.”

O Comboio das 3 e 10
3:10 to Yuma, James Mangold // 2007

Não acho que seja tão bom quanto qualquer outro dos filmes nesta lista, mas O Comboio das 3 e 10 faz algo que nenhum dos outros procura fazer, o que lhe garante um destes cinco lugares. Um remake do filme de 1957, a versão de James Mangold conta com Christian Bale e Russel Crowe, entre outros excelentes actores. E enquanto Russel Crowe faz o papel do vilão seguro, capaz e instruído (nada de revolucionário), Christian Bale dá vida a Dan Evans, um veterano da Guerra Civil Americana (onde deixou uma perna) que virou fazendeiro sem sucesso.

É a subversão do arquétipo de herói e da figura do bom fazendeiro que O Comboio das 3 e 10, a personagem que se espera que responda de forma exemplar quando a situação o exige, apesar de todas as suas falhas e medos. Esta ideia de homem ideal que serve de escudo e sustento para os seus (a mulher ideal do faroeste não é coisa que encaixe bem com as ambições de 2018) é posta em primeiro plano, servindo sempre de contraste com o protagonista. Para além de bom western, também serve como exemplo do que é uma subversão com pés e cabeça *cofcofTheLastJedicofcof*.

<< Página anterior | Próxima página >>

6 comentários

  1. A verdade é que, neste momento, parece que mais nada tem piada… Mesmo que jogue outra coisa, parece que o divertimento não é o mesmo por saber que RDR2 está a poucos dias de distância… ^^

    Liked by 1 person

    1. Percebo-te perfeitamente, Pedro. Agora imagina que eras o Canelo e que nem sabias quando ias poder jogar o jogo. Já viste a tortura?
      Noutra nota, pelo teu username, vou assumir que, como eu, vais ter níveis de ansiedade semelhantes quando estivermos perto do lançamento de Ghost of Tsushima, mas corrige-me se estiver errado.

      Liked by 1 person

  2. Não é toda a gente que olha para o username e sabe o seu significado 😉

    By the way, vocês usam twitter? Digo, pessoalmente. Caso façam, o meu username lá é o mesmo. 😉

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: