fornite lama

Fortnite. Isto é um pedido de ajuda da V

Fui feita refém. Não sei onde estou, como vou sair daqui ou se me vou safar. O ar é pesado e húmido, a cadeira onde estou sentada range e ameaça partir-se. Pés atados e meia-luz. Com o suor a escorrer pelo rosto, e já a recuperar do choque inicial, percebo que estou a agarrar um telemóvel. As mãos, disponíveis apenas para fazer um curto e preciso movimento na página que me é apresentada. Perante mim a opção de compra do Battle Pass do Fortnite na PlayStation Store.

Estão aí? Ótimo. Já voltámos à realidade. Esta história é toda inventada, menos a parte do Battle Pass do Fornite. Como cheguei a este ponto? Passo a explicar.

Há meses que Fortnite é um jogo que me desperta interesse – mais profissional que pessoal, em muito devido ao facto de achar que a Epic Games faz um trabalho brilhante na comunicação, gestão da comunidade e desenvolvimento do jogo. Lançar um Battle Royal gratuito (para quem não sabe, nem sequer é preciso ter Plus) na era da máxima popularidade do género (com PUBG) é uma jogada de mestre – não tem custos e está acessível a todos que, como eu, não têm um PC de jeito.

Depois, há a exploração inteligente da componente construção – retirada do modo PVE – que acrescenta uma nova, e muito particular, dimensão ao género, a criatividade desmedida das mentes por trás da criação de skins, arsenal, desafios e temas de cada season e o facto de ser um jogo que o Drake gosta (quê?). Fortnite consegue ser, ao mesmo tempo, um jogo para te divertires e um jogo para competires: alivia a chapada na cara da tua noobice ao roubar-te uma risada porque meteste o teu inimigo a dançar com uma Boogie Grenade – não o matas na mesma mas riste-te, okay?!

Sempre joguei o free-to-play da Epic de forma casual até muito recentemente. Um stream do GLITCH fez-me apanhar o gostinho e, quando dei por mim, estava este fim-de-semana a fazer os desafios diários do jogo. Quem me conhece sabe que sou muito pouco competitiva e que, perante mortes sucessivas, perco a paciência. Sou assim, não levem a mal. Contudo, os desafios diários (e o facto de estes, muitas vezes, se converterem em bónus estéticos, fizeram-me continuar a jogar e jogar e jogar).

Estava tudo mais ou menos controlado até a Epic me ter oferecido uma mochila. Vocês sabem bem o nível de sedução que estas coisas têm para mim. E a mochila é linda. Não faz nada, mas é linda. Passado um bocado, quando dei por mim, estava a ver o que havia na loja – os “ah, olha ali aquela skin meio tribal” ou “aquele glider cor-de-rosa brilhaaaaa” transformaram-se em “deixa cá ver quanto custa o Battle Pass”.

A mochila que me deram não é esta. Mas podia ser se eu tivesse o Battle Pass. Just sayin

O resto é (quase) história, mas eu não quero dar dinheiro por isto, juro que não quero. Não é que eu ache que nove euros é caro para a quantidade de loot e desafios que me vão oferecer, o problema é que, na realidade, eu não preciso deles para nada. O que o Fortnite faz bem nas microtransações é mantê-las como algo puramente estético, logo nenhum dos extras vai influenciar o meu jogo. O grande problema reside no facto de eu adorar estas coisas: as roupas, as skins e todos os add-ons que atribuem personalidade à personagem que utilizo. Okay, também há aquela parte de fazer inveja aos outros e impedir que me tirem a pinta de noob porque ainda aterro com o glider básico (não aterro porque já ganhei uma partida esta season, bem).

Devo confessar que sinto a força de vontade a enfraquecer quando, no meio do horário de trabalho, paro para pensar se vou ter tempo, mais logo, para ir fazer o desafio diário de hoje ou percebo que escolhi escrever sobre o jogo no GLITCH.

O meu dedo já se move na direção do ‘comprar’ na PlayStation Store. Mas sou forte…por agora.

TO BE CONTINUED.

Info adicional: a equipa do GLITCH tem andado a jogar Fornite e a adorar! Se ainda não viram as nossas mad skills com arbustos estão a perder uma das coisas mais espetaculares que a Internet tem – deixem aquele follow no nosso Twitch e resolvam isso, vá.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.