3 Anos de GLITCH EFFECT

O GLITCH EFFECT está crescido.

Este ano, comemoramos três anos de pura diversão, num projeto do coração que começou em 2015. Desde essa altura, lançámos o primeiro podcast de videojogos em português, dissemos carradas de asneiras em vídeos, escrevemos centenas de artigos, analisámos uns quantos jogos (uns que nos saíram do bolso, outros não) e, mais recentemente, lançámos o primeiro programa português de notícias de videojogos no Twitch.

Tudo isto, sem perder aquilo que melhor nos caracteriza: independência, rigor e vontade de fugir à regra e ser, literalmente, o glitch do jornalismo de videojogos em Portugal.

Por tudo isto (e porque é a minha semana a escrever e não tinha ideias) antecipo as comemorações com um artigo de assinatura.

Foram assim, os três anos de GLITCH em GIF:

Quando criámos o nome e percebemos que era perfeito (ainda pensamos isto todos os dias)

Quando finalmente passámos de .wordpress.com para só .com (eu sou a de branco)

Quando nos começaram a enviar jogos

Quando há mil coisas para fazer e ninguém tem tempo porque está ocupado com o trabalho que paga as contas

Quando tentamos perceber quem fez autolike nos posts do GLITCH porque não trocou de conta no Facebook

Quando o Canelo aperta connosco porque já escreveu dez artigos este mês

Ou quando o Duarte escreve mais um artigo sobre indies

E o David que fez outra vez speedrun no The Witcher: Wild Hunt

E eu me lembro e sou vocal acerca do desgosto que foi é o Fallout 4

Quando enviamos artigos ou vídeos para os outros darem opinião e ninguém responde à primeira

1 reação:

2ª reação:

Quando agradecemos à Teresa pela paciência de nos ter todas as semanas a gravar lá em casa

Quando percebemos que o artigo mais lido de sempre no GLITCH é sempre uma loja de videojogos pirateados

Ou que alguém chegou ao nosso site ao pesquisar ‘aloy horizon fazendo sexo’

E que o vídeo mais visto do nosso canal de Youtube é do jogo Everything (o Canelo queria que fosse um d’ As Aventuras)

Quando há discussões na nossa conversa de grupo

E depois fica tudo bem

E quando, finalmente, percebemos que vamos cá estar mais três anos

Obrigada pela companhia e apoio nestes três anos! Para todos os que nos têm acompanhado, aqui fica um vídeo com os melhores momentos do GLITCH.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s