Speedrunners | Glitch Review

Se há jogos que sofrem com a idade, Speedrunners escapa a esse grupo. Com um ano contado no PC, chega este ano à Xbox One e à PS4. Parte do segredo de juventude duradora é o facto de ser um indie sem pretensões fotorrealistas – sejamos honestos, os títulos AAA dão-se bastante pior com a idade do que os primos de orçamento baixo abonecados. Com potencial para ser, Speedrunners o suficiente para convencer os jogadores competitivos (é considerado eSport pela ESL), mas também tem espaço para crescer.

speedrunners

O conceito é simples e funciona. Quatro jogadores correm num cenário 2D com o objectivo de excluirem os adversários do cenário. Quem fica para trás perde e, após a primeira eliminação, o cenário diminui gradualmente, aumentando a pressão sobre os restantes concorrentes. O primeiro jogador a somar três rondas a seu favor é dado como vencedor. As regras são simples e universais, não havendo diferentes modos de jogo com objectivos e factores variados. Em termos de personagens, se há alguma diferença não é imediatamente evidente, e desbloquear uma ou outra não garante vantagens. Quem vier à procura de mais, sairá desapontado.

Gaming GIF - Find & Share on GIPHY

Contudo, Speedrunners não se apresenta superficial por conta disto. As mecânicas em si são igualmente simples e as armas e armadilhas à disposição dos jogadores não formam um leque vasto, mas há uma abordagem complexa, típica de jogos do género (Mario Kart, Crash Team Racing, e outros que tais) que advém do controlo de movimento das personagens e também do design dos mapas. No que respeita o controlo das personagens, há um breve tutorial a explicar as acções básicas, mas os truques mais avançados só se descobrem e treinam a competir com outros jogadores (ou IA avançada). Há rasteiras, truques para ganhar velocidade em determinadas partes dos mapas, e formas criativas e mais poupadas de curvar esquinas, tudo coisas imprescindíveis para os mais competitivos.

A VERSÃO PC CONTA COM
UM EDITOR DE MAPAS EM FASE BETA,
ALGO QUE A VIR PARA AS CONSOLAS
DARÁ MAIS FORÇA À COMUNIDADE

Os mapas, como seria de esperar, divergem em nível de complexidade. Estes são apresentados via modo história, tão conscientemente pateta quanto se pode esperar de um jogo destes. A variedade é tanta quanto as mecânicas permitem e cada percurso é distinto o suficiente para que o jogo não acuse repetição. Por ser 2D existe uma natureza vertical obrigatória e há diferentes obstáculos espalhados ao longo dos percursos. Para quem tiver intenções de fazer boa figura, é necessário algum “estudo”, mas não mais do que é comum.

Apesar de ser possível jogar a solo contra bots, Speedrunners brilha quando há quatro jogadores de carne e osso a competirem entre si. Ainda que não ofereça diferentes modos de jogo, as possibilidades de emparelhamento estão completamente cobertas. A natureza de Speedrunners encaixa na perfeição com multijogador local como online e é possível ainda misturar as duas opções, com alguns jogadores a partilharem uma televisão localmente e jogarem contra outros jogadores online. Esta flexibilidade é um dos pontos fortes do jogo, algo que se torna particularmente surpreendente tendo em conta o preço de €9,99. Para todos os efeitos, é uma estreia nas consolas.

Runners GIF - Find & Share on GIPHY

Speedrunners não pretende ser mais do que é. As regras são simples, mas as mecânicas e o design dos níveis dão espaço para explorar diferentes abordagens. A maioria dos jogadores retirará o maior proveito do jogo na forma de party game, mas os lobos solitários podem competir em rank online. Os emparelhamentos são rápidos, mas isso deve-se em parte à falta de pudor do jogo em preencher as vagas com bots. A escolha é sensata e agiliza o processo, mas o resultado limita a competição a dois ou três jogadores. Não obstante, com o verão e a silly season em pleno curso e a um preço acessível, Speedrunners chega com a vontade nostálgica de passar horas a competir com amigos no sofá ou, para os mais comodistas, cada um em sua casa.

A escala utilizada é de 1 a 10

O código para análise (PS4) foi cedido pela tinyBuild Games.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s