FlatOut 4: Total Insanity | Glitch Review

Velocidade, ação frenética, destruição e adrenalina. É assim a receita explosiva de FlatOut 4: Total Insanity, o novo jogo da icónica série de corridas cujo nome diz tudo.

Para quem, como eu, deve pouco à destreza na condução virtual, FlatOut pode ser a aposta perfeita: conduzir de forma insana, sem qualquer preocupação com a segurança do(s) veículo(s) e condutor(es), é um ato largamente recompensado neste jogo! Obviamente que também ganham pontos por ficar em primeiro lugar, mas desengane-se quem pensar que deverá chegar à meta sem ter destruído propriedade alheia pelo caminho.

O jogo conta com um modo carreira que inclui várias corridas em circuitos diferentes – de ambientes de natureza a pistas em áreas industriais abandonadas – no qual o objetivo é ir ascendendo para desbloquear carros, upgrades e desafios adicionais. Existem três classes de veículos, com respetivos grupos de desafios: Derby, perfeitos para treinar; Classic, com um toque desportivo; All Star, os mais poderosos do jogo. Poderão contar com uma variedade extensa de opções de quatro rodas em cada um destes grupos, mas, e como manda a tradição do underdog nos videojogos, vão começar com um chaço. Podem escolher qual a pintura menos má, vá…it’s something! Vale ainda o aviso de que é preciso um valente e dedicado grind para desbloquear todos os veículos.

É bonito não é? Estão a imaginar o carro com que começam? Nada a ver.

A par do modo carreira, têm o Flatout Mode. “Sitting somewhere between racing and insanity”, como é descrito oficialmente, oferece aos jogadores desafios que assentam em três premissas: destruição, velocidade ou acrobacias. Há arenas para Deathmatch e estádios para mostrar a destreza em desafios, cuja brutalidade iguala o hilariante, que apostam em mecânicas ragdoll, para tornar o condutor em verdadeira carne para canhão. Podem ainda esperar um modo de time-trial, no qual o carro explode se o tempo chegar ao fim antes de alcançarem o checkpoint e um modo onde se ganham pontos somente por destruir os veículos dos oponentes e o ambiente circundante.

O que também não falta é um modo multijogador, dividido em duas partes: online e party mode. Este último tem suporte até oito jogadores e inclui 12 modos que imediatamente fazem lembrar Crazy Taxi. Golfe, bilhar, anéis de fogo, saltos em altura… há um pouco de tudo para uma sessão local entre amigos que transporta para outros tempos e possibilita um revivalismo old school que muito apreciámos. Já o online, infelizmente, deixa a desejar. Só tem dois modos, arena e corrida, e, nas várias vezes que tentámos jogar uma partida online, deparámo-nos com servidores vazios que resultaram em sessões de jogo com apenas um oponente (o limite são oito jogadores), no melhor dos resultados. Não nos parece, pelo menos por enquanto, um jogo a comprar caso se esteja à procura de uma experiência de corridas multijogador online.

A condução é acompanhada por uma banda sonora com faixas de rock e metal que combina na perfeição com a ação do jogo e que agradará a quem gosta deste género musical. Para quem, como eu, prefere um “hip-hopzito”, usem o Spotify em segundo plano, que o resultado também é bom!

Este gajo merece o cache mais elevado do mundo dos videojogos, por ter alinhado participar nestas andanças.

Em suma, FlatOut 4: Total Insanity é um jogo divertido que cumpre o seu objetivo. Há destruição, ritmo, desafios e a possibilidade de viver tudo isto com amigos e gabar-se no final – ou durante a semana seguinte, caso o feito tenha sido realmente memorável. Não é um jogo para quem procura uma história ou gráficos de fazer arregalar os olhos (para isso têm o Forza). É, sim, uma boa opção para fãs do volante e da velocidade, que procuram uma experiência de jogo descontraída, sem o peso de acompanhar uma narrativa e com recompensas e diversão imediatas.

*Fica a dica que o jogo está com desconto de 15% no Steam até 11 de abril. De nada!

A escala utilizada é de 1 a 10

O código para análise foi cedido pela UpLoad Distribution Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.