Saltar para o conteúdo

Lego Words | Glitch Review

Com uma série saturada de adaptações de clássicos do cinema e super-heróis, e com um titã suportado à custa de outras propriedades intelectuais, os jogos LEGO correm o risco de se esquecerem de quem são e, tal como os jogos da Telltale Games, passarem a ser vistos como um género ou uma escolha artística. Felizmente temos agora  LEGO Worlds, o reflexo da essência LEGO em formato digital.

O meu primeiro contacto com LEGO começou, como acontece com a maioria, com os sets de carros de polícia, submarinos e aviões que, depois de misturados com outras peças do baú, acabavam por tornar-se em coisas como robots e dinossauros. Até aqui tudo normal. Já no mundo virtual, a história começou com o excelente LEGO Racers.

LEGO Worlds surge quase que em modo low profile, mas tem o suficiente para se tornar algo especial dentro da comunidade. Aparentemente pode parecer um rip-off de Minecraft, mas logo desde o início que a sensação com que se fica é que é a versão LEGO de No Man’s Sky. Não pelo drama, mas pelas mecânicas.

O jogo abre com um astronauta LEGO, com a sua nave LEGOa cair num mundo LEGO (tudo é LEGO: água, nuvens e até balões de diálogo. LEGO é vida). A partir daqui teremos que arranjar a nossa nave, ao obter blocos dourados que nos permitem progredir, e que são desbloqueados com pequenos desafios que inicialmente servem de tutorial. Apesar de uma quantidade significativa de ferramentas e mecânicas, que estendem este período de compreensão do jogo, rapidamente ficamos livres para fazer o que quisermos. Como, por exemplo, visitar outros mundos.

No fundo, o jogo resume-se a visitar um planeta, fazer várias fetch-quests, apanhar blocos dourados, desbloquear peças e modelos pré-fabricados, e partir para outro destino. Ainda que esta premissa possa parecer simples e chata, ao fim de algum tempo revela-se bastante viciante – há uma sensação de progresso constante e estamos sempre a encontrar coisas novas. A certa altura podemos criar os nossos próprios mundos e preenchê-los como preferirmos, tendo como balizas criativas certas regras de construção. Tal e qual como um LEGO real.

Outro dos pontos mais fortes de LEGO Worlds é o facto de incluir uma versão em “Português de Portugal”. Além de estar disponível até na versão Xbox One (yeah!), tem uma elevada qualidade – melhor, na verdade, que muitos desenhos animados. É inegável que se trata de uma opção de extrema relevância, especialmente num jogo em que o público-alvo são os mais pequenos. Um esforço da equipa de produção que faz com que a compreensão e a aprendizagem do jogo e mecânicas associadas seja muito mais acessível.

Apesar da acessibilidade, LEGO Worlds não é de todo SÓ para crianças. Apesar de ter um conteúdo kid-friendly, é caracterizado por um potencial e ambição que apelará aos graúdos. Contem com um leque de ferramentas enorme, um catálogo de peças e modelos que não fica atrás e a possibilidade de construir veículos e estruturas enormes que exigirão doses iguais de paciência e perícia.

Ainda que não tenha o realismo de um LEGO: O Filme, trata-se de um jogo visualmente bonito, com algum do charme da longa-metragem. Apesar de se poderem notar algumas quebras de framerate aqui e ali, não há muito a apontar relativamente à performance do jogo. Apesar da comparação feita no início, LEGO Worlds consegue fazer também o que No Man’s Sky (ainda) não alcançou. Falamos de uma componente multijogador, local e online, que permite experienciar sessões de jogo conjuntas e partilhar mundos e construções.

LEGO Worlds tem o melhor do LEGO: é sólido como uma peça largada no chão, mas que não causa transtornos porque, quando termina a diversão, não temos que arrumar tudo. É um jogo que dei por mim a revisitar várias vezes para uma espécie de momento zen e que transmite muita nostalgia. Recomenda-se para fãs de LEGO em geral – incluindo filhos, netos, afilhados e restante árvore genealógica!

A escala utilizada é de 1 a 10

O código para análise foi cedido pela UpLoad Distribution Portugal.

David Fialho Ver todos

É geek, é jogador, gosta de novas tecnologias e tem a mania que sabe opinar sobre algumas coisas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: