Primeiras Impressões | For Honor (Alpha)

Posso ter sido só eu, mas se houve antecipação pela alpha fechada de For Honor, todo o reboliço passou-me ao lado. Felizmente, os nossos amigos do CastCooprs providenciaram uma chave extra e tive a oportunidade de experimentar a proposta da Ubisoft para combate corpo a corpo. A experiência comprovou que os estúdios de Montreal têm um projecto de qualidade nas mãos. As facções disponíveis eram distintas umas das outras, assim como as classes, e o combate está longe de ser um festival de button mashing. É este último elemento que poderá ser o facto decisivo para o sucesso de For Honor.

Pouco interessa que os vikings e os cavaleiros europeus não sejam da mesma era que os samurais como aqui representados: é para andar à porrada ou é para aprender história do mundo?
Pouco interessa que os vikings e os cavaleiros europeus nunca se tenham cruzado com os samurais: é para andar à porrada ou é para aprender história? Calem-se e matem-se, mas é!

O início é um processo difícil para principiantes, mas recompensa quem investe tempo a aperfeiçoar o combate. Como com qualquer outro multijogador competitivo, For Honor contrasta os níveis elevados de frustração inerentes às derrotas com um sentimento raro de satisfação e mérito que acompanha as vitórias. Em grande parte, é o ritmo lento imposto pela acção e a concentração exigida em todos os momentos que tornam a acção tão tensa e a recompensa tão gratificante, sendo necessário defender os ataques na direcção correcta e procurar superar constantemente o(s) adversário(s).

O sucesso futuro de For Honor, a ser lançado a 14 de Fevereiro do próximo ano, apesar do mérito da equipa de produção, é incerto. À semelhança de Battlefield e Call of Duty, o jogo terá uma campanha a solo (descrita como algo saído da série Dynasty Warriors), mas o foco será o multijogador. Posto isto, For Honor dependerá do número de jogadores em simultâneo, algo que poderá ser condicionado pelo preço de admissão do título. Tendo feito parte da alpha e assistido ao destino de MMORPG como Star Wars:The Old Republic e FPS online como Evolve, torna-se difícil acreditar que um jogo que encaixa numa categoria de nicho (combate corpo a corpo como Mount and Blade ou War of the Roses) seja capaz de justificar o preço de €60 ou €70.

Está prometido um sistema de perks com os mais variados efeitos e habilidades. (In)Felizmente, não há nenhum que permita lançar kamehamehas.
Está prometido um sistema de perks e upgrades com os mais variados efeitos e habilidades. (In)Felizmente, não há nenhum que permita lançar kamehamehas.

Como título a preço reduzido ou com uma estrutura Free2Play, não duvido que For Honor seja capaz de encontrar o seu público. O combate singular é algo que até hoje tem dispensado o nível realismo presente no jogo, mas é gratificante e lança um desafio que é bem-vindo aos jogos competitivos. Quanto aos modos de jogo, os mais badalados foram os duelos, tanto ao estilo lobo solitário 1×1 como em equipas 2×2. A alpha ofereceu um terceiro, ao jeito de Domination (4×4), com três áreas de controlo e alguns elementos que garantem alguma originalidade. É também o campo de batalha mais adequado para jogadores mais versados, sendo que o número elevado de participantes resulta um desafio acrescido.

Apesar de ser apresentada como uma alpha, a janela de lançamento deixa poucas dúvidas de que o que os participantes do fim-de-semana de teste tiveram em mãos foi algo próximo, ainda que não exacto, do que será For Honor no dia 14 de Fevereiro. Os gráficos estão a par do que se espera de uma produção da Ubisoft Montreal e a jogabilidade estava afinada. Esperam-se os inevitáveis patches com afinações para melhor equilibrar as facções e diferentes classes, mas nada que não seja habitual num jogo focado no multijogador competitivo. Pessoalmente, apesar de a experiência ter sido positiva (ainda que curta), não prevejo vir a comprar For Honor, muito menos a €60 ou €70. Caso haja a opção Free2Play, voltarei a afiar a espada e a lutar pela honra virtual do meu avatar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.