GEEKOUT

RIP Manuais de Jogos

Comprar o jogo. Chegar a casa. Tirar a película. Abrir a caixa. Encontrar um manual com cheiro a novo. Ler e respirar cada página antes de começar a jogar.

Era assim o meu ritual preferido a cada nova aquisição para a consola do momento. Sou fã ávida do formato físico, mas ainda mais apaixonada pelos manuais que costumavam acompanhar os jogos, numa altura áurea em que ainda se dava importância ao pequeno livrinho que seguia a caixa e o disco.

Nunca foram essenciais para começar a jogar ou fazer um título algo mais valioso, mas eram responsáveis por uma mística muito distinta e por darem um charme muito particular aos momentos que antecipavam o experimentar de uma nova aventura digital.

É todo um sentimento de vazio. Literal.

A ausência dos manuais de instruções nos jogos é um sinal dos tempos. Da queda do papel e da ascensão do digital e, especificamente no caso da indústria dos videojogos, da proliferação de tutoriais, políticas apertadas de custos e, diria mesmo, perda de simbolismo.

Compreendo que tal elemento seja acessório e não fundamental: ninguém aprende que botões premir através de um manual ou acha que o um jogo pode ser GOTY pela qualidade do livrinho que traz. Escrevia Stephen Totilo (Kotaku), que o manual de instruções de um jogo não é algo que os jogos ou jogadores precisem, mas uma adição que vale a pena encontrar após a compra. Concordo com o que escreve, ao mesmo tempo que percebo que levanta uma questão pertinente.

Well…not anymore.

Se exigirmos a aposta nos manuais para os jogos físicos, como ficam aqueles que compram as versões digitais?

Poderia dizer que um download de um PDF bastaria, mas sabemos que tal não é bem verdade. Contudo, arriscar-me-ia a dizer que quem compra jogos em formato digital não se importa assim tanto com os extras que uma caixa possa trazer, mas corrijam-me se estiver errada.

Na lista dos meus manuais de instruções preferidos, está o de Grand Theft Auto: San Andreas. Lembro-me muito bem de o ter folheado imenso e de ter lido vezes sem conta a lista de músicas, as referências de humor, as descrições inteligentes de elementos do jogo (das rádios aos negócios, das localizações aos veículos).

Encontrei-o online num dia em que falava do assunto com os outros Glitchers e usei a minha influência para que fizesse parte do nosso nostálgico Flashback Friday. Espreitem, vale a pena.

How about…NO!

Nesta altura da conversa, muitos dir-me-ão que é uma marca do passado, deixada para trás a cada passo que é dado em frente no caminho do digital. Outros argumentarão que é um custo adicional na produção e hoje em dia tudo o que é acessório pode ser deixado de lado – até porque, afinal, há SEMPRE que pensar nos DLC.

Lamento que assim seja. E ainda recentemente sofri mais um momento de tristeza quando abri o Mad Max e vi, no lugar em que deveria estar o manual, um código promocional para a PSN que dava acesso a uns quantos itens para o jogo. Quem me conhece sabe o meu fraquinho por personalização e, naturalmente, fiquei contente. Mas em vez de ornamentos para o capô (bem engraçados por sinal) preferia ter tido novamente o prazer de folhear um manual de jogo. Para ignorar as imagens dos comandos (que vezes sem conta nos ensinaram onde estavam os botões), mas deliciar-me com as das personagens, perder-me nas descrições e rir-me com algum toque de humor sobre o mundo que prepararam para mim e vou começar a descobrir.

Meio em jeito de conclusão, meio em jeito de apelo: Bethesda, é bom que o Fallout 4 tenha um manual. Just sayin’.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: